Aventuras de lista de balde de viagem emocionante

Thrilling Travel Bucket List Adventures

Em todas as minhas viagens recentes, meu marido e eu nos encontramos procurando por mais atividades de aventura onde quer que viajemos. Nós nunca pensamos que estaríamos em um dia viagem aventureira e voar em um passeio de balão de ar quente no Arizona ou caminhe uma geleira na Islândia. Eu colaborei com alguns outros escritores de viagens para listar alguns dos melhores aventuras de lista de viagens em todo o mundo. Se você é um viajante do mundo da aventura que procura algumas férias da lista de balde, então continue lendo sobre esses lugares da lista de balde para visitar em sua próxima jornada de aventura.

PIN PARA MAIS TARDE! LISTA DE CURVAS AVENTURAS DE VIAGEM

Ultimate Adventure Travel Bucket Lista de viagens: melhores experiências. Deve ver os destinos ao redor do mundo. Caminhada até o topo de uma geleira na Islândia. Passeio do balão de ar quente no Arizona. Nadar com os tubarões nas Bahamas. Tente surfar na Costa Rica. Visite os porcos de natação de Exuma

EUROPA BALDETE LISTA AVENTURAS

1. Caminhando uma Geleira na Islândia

UMA

Nunca nos meus sonhos mais loucos achei que alguma vez estaria a caminhar numa geleira na Islândia. Esta viagem ainda é um dos destinos e experiências mais comentados. Esta foi uma viagem de aventura memorável que não esqueceremos.

Nós não experimentamos nada como caminhadas nas geleiras Islândia em março. Não há muitos destinos que ofereçam caminhadas por uma geleira, mas é uma experiência obrigatória na Islândia. Nós caminhamos glaciar Sólheimajökull com um guia de knowledgable que nos teve seguramente fixado para caminhar a geleira. Este passeio também inclui paradas em algumas das mais impressionantes cachoeiras da Islândia, bem como a famosa praia de areia preta. Verifique aqui para preços atualizados no passeio.

Sugestão: por favor, não tente fazer este glaciar sozinho, a menos que seja um caminhante experiente com o equipamento adequado. Vista-se adequadamente em um casaco de inverno, botas, chapéu e luvas.

2. Explorando Zugspitze, a montanha mais alta da Alemanha

experiências de lista de balde de aventura

Casey | Viraflare

Criar uma lista completa de destinos pode ser difícil, mas recomendo vivamente Zugspitze se você está planejando explorar a Alemanha ou a Áustria. Zugspitze é a montanha mais alta da Alemanha, situada nos Alpes, na fronteira alemã que liga a Áustria. Devido à sua localização, pode ser acessado do lado alemão ou austríaco. A razão pela qual este é um ótimo lugar para ver é por causa das vistas deslumbrantes que são difíceis de encontrar noutro local.

Os visitantes têm uma visão verdadeiramente notável do pico da montanha e o mais importante é que é acessível a qualquer pessoa, não apenas aos caminhantes. A montanha tem teleféricos que vão da base da montanha até o pico. Se você não é fã de um teleférico, há também uma agradável e aconchegante viagem de trem até o topo. A vista é a principal atração deste pico (como é com a maioria das cadeias de montanhas) e obter acesso a uma vista gloriosa dos alpes é geralmente difícil de encontrar, sem ter que caminhar e caminhar por horas. Mas a visão não é tudo que existe!

Existem pistas de esqui e snowboard no lado austríaco, pouco abaixo do pico da montanha. Adicionando as atividades divertidas de inverno, há alguns restaurantes e restaurantes para relaxar e apreciar verdadeiramente a vista dos Alpes alemães.

3. Adventure Bucket List Ziplining em Omis, Croácia

Eniko Krix | Viagem hacker menina

Omis na Croácia é um verdadeiro paraíso para os amantes de aventura. Faz uma grande viagem de um dia de Split, pois fica a apenas 30 minutos ao sul da cidade. No entanto, existem tantos coisas para fazer em Omis, que você pode facilmente passar uma semana inteira lá. Indo em uma viagem de rafting é uma necessidade absoluta! Não só é muito divertido, mas você terá algumas vistas encantadoras ao longo do caminho, enquanto rema pelo rio Cetina. A viagem também tem alguns elementos de canyoning, assim você terá a chance de fazer saltos de penhascos e balançar a corda na água. O destaque, no entanto, é explorar uma caverna escondida, atrás de uma cachoeira! É uma experiência muito legal! Literalmente!

Como a temperatura da água lá é muito frio, mas os arrepios valem a pena para a experiência! Outra maneira de ver o Cetina Canyon é de cima. Uma maneira de fazer isso é indo para o tirolesa. Todos os 8 arames zip oferecerão vistas fantásticas para o desfiladeiro abaixo de você!

Você deve estimar 3 horas para esta experiência e reservar com antecedência, pois é uma atividade popular e passeios tendem a encher-se rapidamente na alta temporada! Mas não se preocupe se você perder o tirolesa. Você ainda pode apreciar as vistas de cima, se você caminhar até Starigrad Fortress. A caminhada de ida e volta de 4 km leva cerca de 2 horas. Comece cedo nos meses quentes de verão e depois dê um mergulho na praia para se refrescar!

4. Caminhadas no Montenegro

Ellis Veen | Aventuras de mochila

Montenegro é um dos melhores destinos para a aventura na Europa e está ficando mais popular a cada ano. No entanto, a maioria dos turistas vai para as cidades costeiras para umas férias na praia, enquanto a verdadeira aventura está além.

Montenegro pode ser traduzido como a montanha negra e certamente faz jus ao seu nome. É um país de montanhas com natureza selvagem onde cervejas e lobos ainda vagam por aí. Com alguns dos melhores cenários de montanhas da Europa, Montenegro é um paraíso para os caminhantes, com muitas coisas para fazer pela alma aventureira.

Durmitor National Park tem as melhores opções de caminhadas. Alguns caminhos fáceis levam a prados e lagos, mas também há trilhas mais difíceis para os picos das montanhas com belas vistas. Durmitor é um ótimo lugar para estar se você ama a natureza se você é uma família com crianças ou um caminhante profissional.

Durmitor não é o único lugar para fazer caminhadas. Montenegro tem 5 parques nacionais que todos têm natureza incrível e além de caminhadas, existem outras atividades de aventura disponíveis. O desfiladeiro do rio Tara é o desfiladeiro mais longo e profundo da Europa, onde você pode praticar rafting e tirolesa. No inverno, as montanhas são perfeitas para esquiar e praticar snowmobile e imaginar uma caminhada pelas maravilhas do inverno.

Não há escassez de coisas aventureiras para fazer em Montenegro, se você visita no verão ou no inverno. Se você ama a natureza e a aventura, Montenegro deve estar no topo da sua lista de desejos.

5. Road Tripping através da Itália

Arzo Nayel | Arzo Travels

Você acha que as viagens por estrada não são realmente aventureiras? Então você provavelmente nunca viajou pela Itália.

Enquanto o sul da Itália é provavelmente ainda mais aventureiro, dirigir no norte da Itália também tem seus desafios e momentos emocionantes.

O norte da Itália é extremamente montanhoso – especialmente nas Dolomitas, na parte norte, a condução pode ser complicada.

As ruas de montanha são estreitas e ventosas e os motoristas italianos são… digamos, eles tendem a dirigir muito rápido, gostam de ultrapassar mesmo em estradas estreitas e adoram dirigir em duas faixas de ruas – o que torna mais difícil para qualquer um não está acostumado com esse tipo de direção e esses tipos de ruas.

No entanto, a viagem ao norte da Itália ainda é incrível e muito divertida – enquanto, eu não me importaria de ter menos aventura nas ruas, ainda há muito o que fazer além de dirigir como os italianos.

Uma das melhores coisas a fazer é caminhar: As Dolomitas têm alguns caminhos de caminhada bastante surpreendentes. Alguns mais fáceis, alguns mais aventureiros (como caminhar até o Lago Sorapis que é absolutamente de tirar o fôlego). O cenário é único e provavelmente um dos mais impressionantes do mundo – se você gosta de coisas mais aventureiras do que dirigir na Itália, então pode subir nas Dolomitas, mountain bike, jangada – no inverno – esquiar na região.

Apesar Norte da Itália, com destinos como Milão ou Lago de Garda, pode parecer não ser o melhor destino para uma viagem de aventura, você pode ter certeza que a Itália do Norte tem bastante aventura para você.

6. Viagem pelas Ilhas Faroé

Megan Starr

Um dos lugares mais incríveis que todos devem adicionar à sua lista é uma viagem pelas Ilhas Faroe. O Faroes é definitivamente um dos lugares mais bonitos da Europa e está se tornando mais fácil e mais fácil de obter por um preço acessível. A paisagem nas Ilhas Faroe é dramática e sobrenatural e apenas se presta para a viagem perfeita.

Você pode se basear em um dos Hotéis em Ilhas Faroe em Torshavn e dirigir para qualquer lugar nas ilhas como um dia de viagem de lá. Você pode ir para as ilhas do norte, onde a paisagem é áspera e acidentada, como o infame Kallur Lighthouse caminhada em Kalsoy ou o afastamento de Kunoy.

Você pode circunavegar Streymoy, a ilha principal e encontrar-se nas praias de areia preta de Tjornuvik ou na encantadora capital de Torshavn. De lá, você pode voltar para o seu carro e seguir para Vagar, onde há cachoeiras que correm para o oceano ou lagos que dão uma ilusão de ótica. Cada ilha nas Ilhas Faroé tem algo incrível para oferecer e eu recomendo adicionar as Ilhas Faroe à sua lista de aventuras.

7. Suba a Via Ferrata na Escócia

Kathi | Veja-me ver

A única Via Ferrata em Kinlochleven é uma fantástica atividade ao ar livre na Escócia que combina o melhor da escalada e do canyoning. Oferece vistas magníficas, passeios emocionantes e aventura todos juntos!

Via Ferrata significa “Caminho de Ferro” – um nome que vem dos degraus de ferro, guidões e escadas anexados à rocha para tornar a escalada mais fácil e mais acessível para iniciantes. Além disso, você está preso a um cabo de aço o tempo todo enquanto sobe. É completamente seguro e não requer experiência prévia de escalada, mas é uma atividade desafiadora e cheia de adrenalina!

A Via Ferrata sobe ao lado da terceira cachoeira mais alta da Escócia, chamada Gray Mare's Tail. Ele está localizado no Planalto Central, perto do icônico vale de Glencoe e do topo, você tem uma vista fantástica através das árvores para o Loch Leven e as montanhas circundantes.

A subida começa com uma refrescante travessia do rio – e um mergulho opcional na piscina natural sob a cascata. Um dos momentos mais emocionantes do passeio é o cabo de aço que cruza bem acima da cachoeira, que cai 90 m – ou é a curta tirolesa sobre o barranco no final?

A rota é mantida pela Vertical Descents, uma empresa de aventura ao ar livre, e eles são os únicos que oferecem visitas guiadas na Via Ferrata. Tours duram 5 horas e definitivamente exigem um bom nível de aptidão. Você também tem que estar confortável com as alturas e se molhar! Você estará equipado com meia roupa de mergulho, arnês, capacete e luvas, e eu recomendo usar um top de secagem rápida, uma boa capa de chuva e botas resistentes. Não se esqueça de trazer uma toalha, um conjunto extra de roupas e sapatos secos para depois! Seu guia tirará muitas fotos durante o passeio, para que você não tenha que arriscar que nenhum dos seus próprios equipamentos seja molhado ou danificado durante a escalada.

8. Caminhada pela Ilha Esmeralda, Irlanda

Bruna Venturinelli | Mapas ‘N Bags

Nenhuma lista de baldes de aventura está completa sem uma caminhada na bela Emerald Isle, uma terra de contos, montanhas escarpadas e paisagens em tons de verde. Desde as falésias da Slieve League até Cork, as estradas estreitas levam-no a castelos místicos, montanhas e colinas. E todos eles compõem o cenário perfeito enquanto exploram a Irlanda a pé.

Aventure-se em um fantástico viagem de um dia para os penhascos de Moher, e quando você alcança a Torre O'Brien, admire a vista de tirar o fôlego. Literalmente. É muito ventoso nos penhascos, por isso não se aproxime das bordas.

Para aqueles que não querem viajar para longe de Dublin, o Parque Nacional das Montanhas Wicklow fica a pouco mais de uma hora da capital e vale a viagem. Há nove caminhadas espetaculares em Glendalough Valley, e a maioria delas é relativamente fácil, então não há desculpas para não ir.

No entanto, a trilha mais cênica (e mais antiga) da Irlanda é a Wicklow Way. Uma caminhada extenuante que começa no parque Marlay cerca de 6 milhas ao sul de Dublin e vai 80,7 milhas até o condado de Wicklow até a sua fronteira sul. Os caminhantes levam entre 4 e 7 dias para terminá-lo.

Para qualquer trilha que você escolher, lembre-se de levar lanches, água, equipamentos para caminhadas, uma jaqueta à prova d'água e à prova de vento e sapatos confortáveis ​​com você. E para não deixar nada para trás, mas passos.

9. Andar de bicicleta pelo caminho do Atlântico selvagem

Conor | Sua aventura irlandesa

A Costa Oeste da Irlanda olha para o oceano Atlântico, e a costa rochosa mostra os danos ao longo dos anos. O Wild Atlantic Way é a rota que abraça o litoral de norte a sul por 2.500 km. O fato de que a Irlanda tem menos de 500 quilômetros de comprimento, de cima a baixo, lhe dirá exatamente como esta rota é sinuosa.

A rota é incrivelmente bem sinalizada, basta seguir as sinalizações onduladas que estão ao longo de todo o percurso. Há realmente pontos turísticos como os Penhascos de Moher na rota, mas quando eu passei de bicicleta pelos históricos campos Céide em North Mayo, eu não vi uma única alma.

O Wild Atlantic Way faz jus ao seu nome, e o clima pode mudar em um piscar de olhos, mas isso faz parte do charme.

Para acomodação, você pode fazer isso com um orçamento ou tão caro quanto quiser. Você pode escolher entre locais de acampamento, hotéis de 5 estrelas e tudo mais. Albergues são abundantes e têm a vantagem de uma cozinha onde você pode preparar comida para o dia seguinte.

O principal conselho que tenho é pedalar do sul para o norte. Os ventos predominantes na Irlanda significam que se você pedalar de cima para baixo, você estará lutando contra o vento a maior parte do caminho. Com a severidade de algumas das subidas, especialmente em Kerry, você será grato por ter o vento nas costas!

Há tantas belezas naturais e artificiais ao longo do caminho, então aqui está uma lista de alguns dos coisas imperdíveis ao longo do Caminho Atlântico Selvagem

10. Lago Bled, Eslovênia

Laura | Vida de aventura ao vivo

A Eslovénia é o país europeu ideal para quem procura uma aventura em busca de emoção. A imagem perfeita país vizinhos Itália, Áustria, Hungria e Croácia. Embora a Eslovénia seja pequena, continua a atrair visitantes de todo o mundo devido às suas surpreendentes actividades de beleza e aventura. A Eslovênia está se tornando um local cada vez mais popular para aqueles que viajam pela Europa de trem ou ônibus e é 100% um para qualquer lista de baldes.

Lago Bled é um dos pontos mais famosos da Eslovênia, não só o lago oferece uma extensa gama de atividades à sua porta. É também o destino de fuga para aqueles que querem explorar a beleza excepcional dos Alpes Julianos e do Parque Nacional 3glav. Alguns destaques da natureza perto de Bled consistem no Vintgar Gorge, no Emerald River e no Bohinj.

Nos meses de verão, Bled é o resort de aventura ideal, oferecendo experiências de aventura fenomenal, como canyoning, parapente, espeleologia, rafting e muito mais. O resort é popular entre fotógrafos, ativistas ao ar livre e caminhantes.

Nos meses de inverno, Bled se transforma em um paraíso de inverno, oferecendo atividades como esqui, caminhadas na neve, patinação no gelo e muito mais.

Eu recomendaria o Bled para quem quiser participar de atividades cheias de adrenalina, curtir a natureza e caminhar por algumas das mais incríveis belezas alpinas do mundo.
Área de anexos

Aventuras na América do Norte Bucket List

11. Passeio de Balão de Ar Quente no Arizona

Passeio do balão de ar quente com o balão de ar quente do Arizona das expedições de ar quente que obtem enchido com o ar quente

Diana | Vida Saudável de Diana

Você está pronto para o mais incrível passeio de balão de ar quente Arizona que você nunca experimentará? Tivemos a sorte de experimentar um passeio de balão de ar quente no Arizona com a Hot Air Expeditions. Nós éramos pela primeira vez baloeiros e não tinha ideia do que esperar. Para ser completamente honesto, ficamos apavorados. Depois de falar com algumas pessoas que já estiveram, eles me deixaram tranqüilo e me garantiram que iríamos adorar. Este sempre foi um grande item de lista de balde, então eu sabia que tinha que fazer isso.

12. Perseguindo flores silvestres na Califórnia

Dhara | Não é sobre as milhas

Em um ano de bom florescimento, as exposições de flores silvestres na Califórnia podem ser surpreendentes. Os tapetes de cores são tão dramáticos que podem até ser vistos de satélites no espaço! Exibições de flores silvestres ocorrem em muitas partes do estado, e em um ano super florido, perseguir a floração é uma divertida atividade de aventura, se você ama a natureza ou a fotografia.

Algumas das primeiras exibições vibrantes podem ser vistas nos parques nacionais ou parques estaduais do deserto no sul da Califórnia. Se você visitar o Parque Estadual Anza-Borrego, o Parque Nacional do Vale da Morte, o Parque Nacional Joshua Tree na primavera, você ficará impressionado com as exibições de tirar o fôlego e sairá com toneladas de ótimas fotos. Anza-Borrego e Joshua Tree podem ser feitos como passeios de um dia conveniente a partir de Palm Springs.

Um pouco mais tarde na temporada, a flor das flores silvestres toma conta de grandes extensões de encostas e vales por todo o sul da Califórnia. A partir do Antelope Valley Poppy Preserve, onde a cor laranja brilhante ilumina a paisagem, para os amarelos e roxos brilhantes do Monumento Nacional de Carrizo Plain, você pode perseguir a flor do pico por toda parte.

Áreas costeiras como Big Sur e Half Moon Bay também são bons lugares para se ver muitos tipos diferentes de flores silvestres, mesmo que as exibições não sejam tão dramáticas em tamanho.

Esteja avisado: os viajantes e fotógrafos de todo o mundo se reúnem nesses locais em anos de grande florescimento, então vá em horários de pico para evitar o pior das multidões. Uma manhã de dia de semana é a sua melhor chance de poder apreciar a cor em relativa solidão.

13. Nadar com os tubarões em Exuma Bahamas

Guia de viagem para o Exumas Bahamas nadando com os tubarões-lobo em Staniel Cay Exuma

Nunca achei que nadaria com tubarões. Um dos melhores coisas para fazer em Exuma Bahamas é nadar com os tubarões. Na verdade, não foi tão assustador quanto parece. Eu estava hipnotizado pelas águas cristalinas como Compass Cay. Quando chegamos eu imediatamente corri para ver pessoas nadando com os tubarões.

Se não houvesse ninguém na água, eu provavelmente não teria decidido nadar com os tubarões. Eu nem hesitei. Eu deixei cair minhas malas e subi lentamente enquanto essas criaturas curiosamente nadavam em torno de nós humanos loucos. Esses tubarões eram mais parecidos com cachorros do que com tubarões. Havia alguém alimentando os tubarões da doca. Os tubarões nadariam até a doca e literalmente pulariam direto no cais, para serem alimentados.

Eu estava um pouco apavorado no começo, mas encontrei coragem para acariciar e tocar os tubarões. Sua pele parece uma lixa dura e áspera. Nadar com tubarões em Exuma é definitivamente uma das minhas experiências mais memoráveis. Eu acho que tenho um novo amor por tubarões (pelo menos os Enfermeiros Sharks).

14. Caminhada no Parque Nacional dos Vulcões do Havaí, Ilha Grande do Havaí

Chris | Explore agora ou nunca

Se você é fã dos parques nacionais dos EUA, adicione o Hawaii Volcanos na Ilha Grande à sua lista de aventuras! Você pode ver os vulcões como uma viagem de um dia, mas também faz uma parada perfeita durante a noite se você for para Hilo em busca de cachoeiras e florestas tropicais. Além disso, você pode perguntar no parque onde melhor ver a lava fluindo sob o céu noturno. (Ele está constantemente mudando.) O Kilauea, aqui no parque, é o vulcão mais ativo do mundo.

Você pode escolher entre dezenas de incríveis caminhadas no parque, dependendo das suas limitações de tempo e nível de condicionamento físico. Fizemos um almoço de piquenique e fizemos a trilha moderadamente desafiadora de Kilauea Iki, um circuito de seis quilômetros que nos levou 2,5 horas. É um Lista de baldes do Havaí experiência com certeza: Descemos primeiro através de uma floresta úmida e, em seguida, atravessamos a paisagem lunar que é o Lago de lava da Cratera do Kilauea. É uma superfície dura, mas ainda fumegante!

Outras trilhas populares aqui incluem Devastation Trail (para ver os cumes de Mauna Loa e Mauna Kea), o Halema'uma'u Crater Trail (mais floresta tropical e piso de cratera com alguns ziguezagues jogados em boa medida), e o Crater Rim Trail, que serpenteia ao redor da borda de Klauea Caldera. Onde quer que você caminhe, não perca os Thurston Lava Tubes. Em apenas 20 minutos, você pode caminhar por um tubo de lava real e imaginar o rio de lava vermelha que correu algumas centenas de anos atrás.

15. Alimente os Porcos em Exuma Bahamas

Guia de viagens para o Exumas Bahamas acariciando um porco na ilha de porco na praia com águas azuis no exuma

Nadar com os porcos em Exuma tornou-se uma excursão muito popular. Eu recomendaria esta excursão como é apenas uma das muitas paragens ao longo do caminho. Embora a alimentação de suínos não seja uma xícara de chá para todos, certamente é uma experiência interessante que você só terá a oportunidade de experimentar em Exuma, nas Bahamas. Este é um dos melhores coisas para fazer em Exuma. A única pergunta que me foi feita é que os porcos podem nadar? Eles podem absolutamente!

Existem várias histórias diferentes sobre como esses porcos chegaram à ilha. Há uma ilha nas Bahamas onde os porcos selvagens brincam na areia, ficam ao sol (é a vida) e nadam até barcos para serem alimentados por turistas. Esses porcos e leitões vivem na ilha desabitada de Big Major Cay, em Exuma, nas Bahamas, (conhecida como Pig Island Exuma) no que é chamado de “Pig Beach”.

Esses porcos famosos ficarão muito animados em te ver. Não deixe sua mochila por perto ou você pode encontrar um focinho furando sua bolsa.

16. Snorkel em Thunderball Grotto Bahamas

Coisas para fazer em Exuma: The Ultimate GuideBahamas Thunderball Gruta snorkel na gruta na água azul

Se você ama qualquer coisa de James Bond, então você terá que mergulhar na Thunderball Grotto em Exuma, Bahamas. O filme Thunderball foi filmado aqui, assim como Never Say Never Again, Splash estrelado por Tom Hanks e Into the Blue com Jessica Alba e Paul Walker tornou ainda mais emocionante.

Esta foi a minha primeira excursão de snorkel sempre assim como você pode imaginar, eu estava apavorada como eu não sabia o que esperar. Depois de colocar nadadeiras e snorkel, pela primeira vez, nadamos para a abertura da gruta. Quando entramos na caverna, fomos recebidos por uma explosão de luz que brilhava na abertura acima. A água é extremamente clara, então prepare-se para ver alguns belos peixes coloridos nadando ao seu redor.

17. Margem Sul do Grand Canyon, Arizona

Jessica Schmit | Viajante desenraizado

Existem poucos lugares na Terra que podem fazer com que a sua adrenalina seja bombeada como o Grand Canyon, uma das sete maravilhas naturais do mundo. É por isso que assistir ao nascer do sol deve estar na lista de todos, desde os viciados em aventura até os viciados em adrenalina. Ao longo de uma hora, o sol se arrasta lentamente sobre o cânion, iluminando as paredes coloridas e estonteantes do desfiladeiro, que se tornam cada vez mais impressionantes a cada momento que passa.

Para uma vista deslumbrante do nascer do sol, dirija-se ao Yaki Point, a uma caminhada de 3 km do Grand Canyon Visitor Centre ou pegue o ônibus Orange Route até a parada Yaki Point. Assim que chegar, poderá encontrar um local confortável para assistir a este espectacular cenário natural e sentar-se à beira da orla, deixando os pés a uns 900 metros sobre o chão do cânion.

Para um começo ainda mais aventureiro, leve o popular South Kaibab Trail por 600 metros, para que você possa aproveitar o nascer do sol no Ooh Aah Point, que oferece vistas panorâmicas incomparáveis ​​dos montes e planícies em tons de arco-íris do cânion. Descer na linha do sul de Kaibab até o desfiladeiro abaixo, em pura escuridão (usando um farol, é claro!), Certamente fará com que o sangue bombeie, mas nada vai tirar seu fôlego como o nascer do sol sobre essa maravilha natural. Confira a guia de sobrevivência vegan para o Grand Canyon.

18. Rafting em Utah

Laudy e Jerome Shaw | Viajar corajosamente

O rafting em corredeiras é uma experiência empolgante em qualquer parte do mundo, mas as paisagens sobrenaturais da alta sobremesa do Utah levam o rio a um novo nível. Não só você pode testar sua coragem contra as corredeiras de classe mundial, mas você estará acampando em alguns dos lugares mais bonitos do mundo. Uma semana de duração viagem de jangada no rio Verde através da Desolation Canyon irá redefinir o seu interno relógio e refrescar os nervos desgastados pela vida moderna. Ou talvez você prefira uma bóia mais curta e mais serena através do Labyrinth Canyon, com o benefício adicional de observar as estrelas em um dos céus menos poluídos pela luz dos Estados Unidos.

O auge das viagens pelo rio Utah é uma viagem de descoberta seguindo os passos de John Wesley Powell para uma expedição monumental através dos canyons dos rios Green e Colorado. Esta viagem de 18-20 dias corta uma faixa diagonal de Utah do Dinosaur National Monument no nordeste, através do Labyrinth Canyon e Desolation Canyon até o Canyonlands National Park e culminando no Cataract Canyon no sudoeste, onde a convergência dos rios Green e Colorado cria alguns das águas brancas mais desafiadoras da América do Norte. Esta é uma aventura de uma vida que elevará seu nível de adrenalina a novos máximos.

Aventuras da América Central com a Lista de Baldes

19. Surf em Santa Teresa, Costa Rica

Kate | Viagem livre de lágrima

Aprender a surfar na Costa Rica tem que estar na sua lista de aventuras! Santa Teresa, uma bela cidade de surfe na península de Nicoya, na Costa Rica, é o lugar perfeito para começar. A costa do Pacífico da Costa Rica é bem conhecida por surf e retiros de ioga. Com um ambiente descontraído e amigável, o Santa Teresa recebe os surfistas de todos os níveis.

Existem muitos programas de surf diferentes para escolher. Nós fomos com as aventuras de Ollie para nossas aulas de surfe e eu recomendo-os para a sua viagem. Perfeito para iniciantes, eles passaram por todas as bases em terra firme antes de sairmos para o mar aberto. Uma vez nas ondas, eu estava tão orgulhoso de poder ficar de pé pela primeira vez! Nós podemos não ter sido a tripulação mais graciosa, mas nós amamos aprender o quão difícil é na água!

Não se deixe enganar, aprender a surfar é um treino de corpo inteiro e fiquei dolorido por dias depois dessa aventura !! Quando você não estiver surfando, confira o restante da bela Santa Teresa, na Costa Rica. Os restaurantes e comida seleção aqui é do outro mundo! Tivemos os pratos mais saborosos com algumas das vistas mais espectaculares da costa enquanto visitava este local incrível. Adicione isso à sua lista de desejos, porque é uma experiência que você não vai esquecer!

Australasia e Oceania Bucket List Adventures

20. Reef Sleep – A Grande Aventura na Barreira de Corais

Fiona Berry | Passaporte e piano

A Grande Barreira de Corais é um dos favoritos na lista de balde de muitas pessoas, mas para uma experiência de aventura realmente inesquecível, eu recomendo dormir sob as estrelas em um pontão de recife. Devido à localização desta maravilha natural do mundo, normalmente leva um par de horas de barco para chegar lá e a maioria dos passeios permite apenas um curto período de tempo para explorar o próprio recife. Reefsleep uma turnê por cruzeiro Whitsundays implica gastar um total de 24 horas em um pontão flutuante.

Parte de Airlie Beach, em Queensland, e o Heart Pontoon está situado no Hardy Reef. Durante o dia você pode mergulhar, fazer um passeio de helicóptero, desfrutar do observatório submarino ou fazer uma viagem no barco semi-semissubmersível. No entanto, a verdadeira magia acontece uma vez no dia em que os turistas partem. A tranquilidade e o afastamento deste local fazem com que seja uma experiência completamente única.

Você pode fazer snorkel até o conteúdo do seu coração, sem as nadadeiras de outras pessoas atrapalhando. O final da tarde ou início da manhã é considerado o melhor momento para a prática de snorkel na Grande Barreira de Corais, e posso garantir que o oceano estava repleto de vida. Nadar com as tartarugas e os grandes peixes de garoupa foi assustador no começo, mas logo ficou claro que eles estavam felizes por estarmos na companhia deles.

O jantar é uma refeição de três pratos para ser saboreado enquanto o sol se põe no horizonte e o céu noturno após o anoitecer é genuinamente magnífico. Pudemos ver claramente constelações como Escorpião e a via láctea era gloriosa em todas as suas cores. Dormir sob as estrelas foi uma das experiências mais memoráveis ​​que encontrei nas minhas viagens, e recomendo-a como uma aventura de viagens na lista de desejos. Você pode ler mais sobre este exclusivo tour aqui.

21. Black Water Rafting na Nova Zelândia

Serena C | Lentes de Serena

A Nova Zelândia é o centro para aqueles que estão procurando por uma aventura. Embora a maioria das pessoas pense em Queenstown, na Ilha do Sul, quando eles pensam em aventura, mas a Ilha do Norte também tem itens surpreendentes de lista de itens de aventura.

Uma das coisas mais legais que se pode fazer na Nova Zelândia é o Black Water Rafting em uma das Waitomo Caves para ver os glow worms. Os vermes de brilho são um tipo de insetos que emitem luzes para atrair suas presas durante o estágio larval de suas vidas. A maioria dos turistas faz um passeio de barco para ver os pirilampos, mas na verdade é possível fazer rafting em águas pretas para vê-los.

O que é a Black Water Rafting? Black Water Rafting está usando um tubo preto para flutuar em um rio subterrâneo dentro de uma das cavernas de worm de brilho. A Legendary Black Water Rafting Company, em Waitomo, realiza dois tipos de aventuras: o Black Abyss e o Black Labyrinth. Ambas as aventuras envolvem saltar de pequenas cachoeiras, navegar na água em uma caverna subterrânea no escuro, a fim de ver os vermes de brilho.

Para aqueles que são menos aventureiros, o Labirinto Negro é perfeito, pois é mais curto e menos exigente fisicamente. O Black Abyss é uma aventura de 5 horas que envolve rapel, tirolesa e saltos em cascata em uma das Waitomo Caves. Se você está visitando a Nova Zelândia, então você simplesmente não pode perder este item da lista de balde de aventura.

22. Visite um vulcão ativo Yasur na ilha de Tanna

Chris W. | CTB Global® (Chris Travel Blog)

Visitar um vulcão ativo é algo que muitos têm em sua lista de desejos. UMA Viagem de um dia à Ilha de Tanna ao Monte. Yasur é o que você deve fazer. Na Ilha de Tanna, em Vanuatu, você encontrará o vulcão ativo mais acessível da Terra, onde você fica a poucos metros de lava em erupção. Vanuatu em si é também um destino de lista de balde que pode ser alcançado a partir da Austrália, Nova Zelândia ou Fiji. Uma vez em Port Vila, é mais um voo de 45 minutos para a Ilha Tanna. Esteja preparado para atrasos e não agende seu voo no Tanna Island no mesmo dia da chegada. Em Tanna Island, há acomodações econômicas, mas também o luxo White Grass Resort, que é altamente recomendado. Eles também podem reservar o passeio para o Monte. Vulcão Yasur.

O caminho para o Monte. Yasur leva 3-4 horas que é longo, mas a paisagem magnífica compensa isto. There is a small rest area at the foot of the volcano where you can use the toilets but do not expect to be able to buy food or drinks. To be safe, bring your own. The reason Mt. Yasur volcano is the easiest one to reach is that a 4×4 car will drive you up the volcano. You just have to walk the last 100 meters or so to the crater rim.

While walking up you’ll hear thunder every 15 minutes which is a large eruption of lava. You’ll notice small rocks flying high up in the air. At the first stop, you’ll see mostly ash and smoke go up. Your guide will not take you further up the rim from where you can see the lava at the bottom of the crater. If weather permits go for the sunset tour when you can see the lava glow much better. From the high point up the rim you can see the lava up close, but still far enough away to be safe. It’s magnificent to see nature at its best. Follow the instructions of the guide carefully and you’ll have a memorable Tanna Island day trip for sure!

South America Bucket List Adventures

23. Mount Fitz Roy Hike Patagonia Argentina

Claudia Tavani | My Adventures Across The World

Mount Fitz Roy is located in Patagonia, Argentina, and when it comes to adventure travel and hiking nothing can beat it.

The hike to Laguna de Los Tres, which goes to the base of Mount Fitz Roy, is – to say the least – epic. It’s a long hike, for the most part, easy to medium, but there is one km, shortly after Campamento Poincenot camping site – that is a steady 40% incline uphill and incredibly strenuous. You have to walk back down on the same trail and it’s even harder to walk down, actually! Yet, it’s incredibly rewarding and the views you get once you reach the top absolutely breathtaking.

You can get the first view of Mount Fitz Roy from the Mirador Piedras Blancas. At km 5, you can take a detour and walk to Chorrillo del Salto waterfall. There is no marked trail, but you can follow the roar of water to get to the waterfall, which is a perfect spot to relax for a while before continuing the hike.

Make sure to spend a few days in El Chalten, the best access point to hike to Laguna de Los Tres. Indeed, the weather in Patagonia can be unpredictable and you want to make sure that you have perfect visibility on the day you decide to walk up!

24. The Atacama Desert, Chile

Hannah Latimer-Snell | Bold Destinations

The Atacama Desert is located in the Northern part of Chile in South America. It is considered one of the driest places in the world and is made up of sand, salt mounds and stones and felsic lava. Extreme heat during the day followed by freezing temperatures at night, The Atacama Desert has a challenging yet magical climate and landscape. The easiest way to reach the desert is to fly into the Calama Airport and then take a shuttle to San Pedro, Atacama, the main town to find accommodation in. The city of San Pedro in itself is a treasure to explore but the real adventures lies outside the city limits.

If you are into bicycle riding you can rent a bike and ride from San Pedro to the El Valle de la Luna (Valley of the Moon) to watch the sunset.

In addition, to Valle de la Luna you can go for a great mountain bike ride in La Garganta del Diablo (the throat of the devil). This ride is in a canon between some mountains in the deserts. Be ready to go fast downhill and exert a lot of effort to make it up the hills.

Another great attraction is exploring Las Cuevas de Sal Canon (Salt Caves). You can go into the caves and around them to see the different minerals all over the walls. Be sure to bring a headlamp because there are parts of the caves where you are in complete darkness. You can also explore the salt lakes to get a chance to see Flamingos, one of the rarest birds on earth.

The best way to see the salt caves and lakes is to hire a bus for the day and go around to the different attractions. If you start with the lake in the morning then the caves will be a refreshing activity in the afternoon and you can end the day with the sunset at El Valle de la Luna, which is the famous spot used to inspire the Wile Coyote running off a cliff while chasing the Road Runner in the famous cartoon.

25. Guyana

Jules | Don’t Forget To Move

Adventure seekers and explorers should look no further than Guyana as a must-see destination to discover in 2019. Recently named the number one ecotourism destination in the world, Guyana has lush rainforests, spectacular waterfalls and vast, open savannah to explore for those looking for an off the beaten path location. Often overlooked by more well known South American destinations, Guyana tours offer deep excursions into the Amazon, ATV rides through the savannah, authentic cowboy life at Guyanese ranches, 4×4 trails across the countryside and more waterfalls than you could possibly visit in your travels.

Start your adventure in the capital Georgetown. From there you can trek across the country in a bumpy 4×4, or take to the skies in a light aircraft to reach some of the most remote travel locations in all of South America. Jump on a horse, ATV, 4×4 or kayak to travel even deeper into the country. Along your travels, you’ll come across small villages that are hours, if not days, away from cities. The isolation and unexplored territory makes travelling top Guyana a real adventure. It feels like an untouched territory, that just beckons you to go further and uncover more amazing mysteries. In all our adventure travels, Guyana still stands out as one of the best countries to truly feel like an explorer!

Asia Bucket List Adventures

26. Mount Everest Basecamp Trek

Tim Kroeger | Universal Traveller

One of my greatest adventures so far was a 3-weeks trek to the Mount Everest Base Camp in Nepal.

Unlike most people, I didn’t fly from Kathmandu to Lukla to start the trek but took one of the famous chicken buses to Jiri. Jiri is a small town around 200 kilometres east of Kathmandu and the starting point of the old route to the base camp.

From Jiri I trekked one week to reach Lukla. The days were really long, we trekked up to 7 hours per day! During the whole week, we only met a handful of other tourists.

The trek to the Basecamp is really popular and therefore every year thousands of people hit the trail. For that reason I recommend you to start at the end of the season when it is slowly starting to get colder.

We reached the basecamp at the beginning of November and had the place all for us! We also haven’t had any problems finding a place to sleep and could enjoy nature and breathtaking views without hundreds of people around us.

Did I mention that we did the trek without a guided tour? Yes, that’s possible but you have to prepare well and get some information about hiking in these altitudes. Trust me, you don’t want to get sick at high altitudes.

27. Motorbiking the Karakoram Highway in North Pakistan

Marco Ferrarese | Monkey Rock World

Gilgit-Baltistan, Pakistan’s northern area, sees the Himalaya, the Karakoram and the Hindu Kush mountain ranges connect. There are no other regions in Asia boasting a similar collection of staggering peaks that soar well above 7000mt, and it’s a real adventure playground. What about the security situation? Well, the Pakistani government has just started a new e-visa procedure to boost tourism in the country. Both security and political situations are stable, and Pakistan is poised to become South Asia’s next big thing for backpackers and adventurous travellers.

It’s also home to the Karakoram Highway, the highest road in the world, also known as the “8th wonder of the world”. It’s extremely well paved and maintained by both the Pakistani and Chinese government, and pass through an ancient fork of the Southern Silk Road between West China and Hindustan. The best way to travel independently is by renting a motorbike in Gilgit, and ride for about two hours to the viewpoint of Rakaposhi, one of the world’s steepest ascending mountains. Your first stop will be at Karimabad to see the two ancient forts of Altit and Baltit, two UNESCO Heritage Sites.

Up next is the turquoise Lake Attabad, born out of the tragic 2010 floods. You will continue riding through Passu and its impressive rock cathedrals, the “Cones”, via Sost and up to the Khunjerab Pass, the highest border in the world with China. Unless you can arrange an expensive guided tour on the Chinese side, this is the end of the ride, and you will have to return to Gilgit.

28. Calauit Safari in Coron, Palawan, Philippines

Jerny Destacamento | The Jerny

Coron has been named a few times as one of the best islands in the world. Not only it is blessed with paradise islands, marvellous rock formations, and pristine white beaches, Coron was also home to few wildlife mammals located on Calauit Island to where you can spend a day with yourself or your partner while embracing the glorious sunset.

Calauit Safari Park is also recognized as a piece of Africa in the Philippines. It’s located on a separate island two (2) hours drive away from the main town of Coron. In this island, you would find giraffes, wild boars, deer of various types, turtles/tortoise, zebras, and a few other more animals of the wild. You could interact with these animals and feeding them is a worthwhile activity.

You also have access to a nearby beach where you can spend the entire night and sleep under the stars. If you and your partner are both animal lovers, you will definitely find this place worthwhile. Most people who go here as casually dating lovers often ending up as engaged partners. Not only the animals are the main attraction why you should visit the place but also the tranquil and serene beaches that surround it.

29. Angkor Wat Sunrise in Cambodia

Slavi | Global Castaway

The mystical Angkor complex in Cambodia is one of the very best places you can explore in Asia. Following the steps of the Angelina Jolie’s Tomb Rider will reveal to you a land forgotten in time, a land where the ancient Khmer empire used to rule for hundreds of years and built marvels that stun even the modern 21st-century traveller.

Exploring the UNESCO recognized Angkor complex is an adventure of a lifetime, the biggest highlight of which is the main temple – Angkor Wat. And do you know what the biggest highlight of Angkor Wat is? It’s not the detailed storytelling ornaments, neither are the lotus-shaped towers. It’s the sunrise hour! Watching the sun, lazily rising behind the ancient temple’s spires, painting the sky in lovely pink shades while creating a mirror-perfect reflection in the lily pond outside, is a view very few places in the world can rival.

To experience the Angkor Wat sunrise adventure is not an easy task though. The secret of this magical place has been revealed a long time ago, and tourists are flooding to the temple from 5 AM in the morning. If the Angkor sunrise adventure is already on your bucket list and you want to enjoy this mystical experience to the max, you can check out Global Castaway’s Angkor Wat Sunrise Guide for more details.

30. Driving the Roads of Bagan, Myanmar

John Paul | The Hangry Backpacker

Bagan is an ancient city of thousands of temples, pagodas and stupas in Central Myanmar. The area is home to the highest concentration of Buddhist structures in the world, some dating back over one thousand years. Estimates for the number of structures range from more than 2000 to over 3000.

Travel in Myanmar, formerly known as Burma, is the embodiment of adventure in itself. Getting to Bagan is no leisurely task. The only buses are local buses, which are usually packed like a can of sardines. Roads in Southeast Asia can be terrifying, to say the least, and the fearless drivers in rural Myanmar make no exception. Roads are winding and bumpy, with plenty of unpaved stretches. And forget about traffic laws. If the driver wants to pass the vehicle ahead, the oncoming traffic and cows off the side of the road are just another obstacle. Expect your heart to stop once or twice.

After finally reaching Bagan, travellers are largely left to themselves. The archaeological park is hardly monitored and sits empty for half of the year, leaving visitors free to wander and explore. There are few signs in the area. Following random dirt paths leads through thick, overgrown brush that dominates structures not visible from any road and forgotten in time. The best method for adventuring through Bagan is via scooter or motorbike. The area is too large to cover on foot, and the oppressive Southeast Asian heat is a notch warmer in Central Myanmar.

A visit to Bagan is an adventure from start to finish. Transportation off Myanmar’s main roads is a heart-stopping endeavour, and wandering Bagan’s ruins feels like taking a step back in time to a forgotten civilization.

31. White Water Rafting in Nepal

Nafisa Habib | My Own Way To Travel

For adventure lovers, Nepal is a must-visit and bucket list destination in South Asia. You can enjoy many adventurous activities here besides Everest Base Camp trekking. If you’re visiting beautiful tourist destination Pokhara in Nepal then don’t miss to take the adventure of white water rafting on the Trishuli River. On the way to Pokhara this beautiful river you’ll pass and find many rafting points for the beginners to experts. You’ll love the extreme landscape and the rapid of the Trishuli River. It’s most popular in Nepal and many travellers every year visit this particular spot for enjoying white water rafting.

You can try one hour to three hours rafting in a group, and all precautions appropriately are taken, so no worries of safety. You’ll also get proper instructions from the instructor before starting this adventure. I had a cool experience and enjoyed three hours rafting for the first time. Trishuli River Side Resort arranged it. After lunch, we started and crossed four levels full of fun and adventure. The best part is the mountainous view, and there is also one spot like a sandy beach. You’ll even cross many suspension bridges while rafting. The best time is the month of November to try this ultimate adventure on the land of Himalayas.

32. Freediving in Nogas Island, Antique, Philippines

Ferna Mae Fernandez | Everywhere with Ferna

Freediving in Nogas Island é one of the adventures that people should do when travelling in the Philippines. It is located on the western side of the country and belongs to the province of Antique. Its size is only 24-hectares with 4.8 km shoreline, its an uninhabited island known for clear water with turquoise swirls of sea colour in a delightful terrain and abundance of a variety of sea creatures on a tiny island. Thus, this makes as a bucket list to many because learning and having a freediving session in underwater with this sea colour and lively creatures will definitely make it the top adventure.

Apart from which, there is no one living on the island, that being so, the quiet and peaceful place stands it’s own surrounded with different types of trees, flora, benthic fauna which is all abundantly share what beauty this island offers. Since the size of the island is tiny, people tend to ignore it, but only a few know that this is the best place to do so many underwater activities. If you are seeking a journey to a little paradise, this one suits the best paradise there is in the country.

33. Chopta Chandrashila Trek, India

Daisy Li | Beyond My Border

Chopta is a gorgeous region in the state of Uttarakhand, India. It sits on the hip of the Himalayas and is surrounded by vast mountain ranges, beautiful greenery, and blue skies that stretch for miles, The Chopta Chandrashila trek is one of the most stunning hikes I’ve experienced. This 3-hour trail is along the side of the mountain, giving visitors the most incredible view of the valley below.

There are very little people. Once in a while, horseback riders and locals would appear from behind the undulating hills. In addition to the paved walkway, those who don’t mind breaking a sweat can also opt straight for the mountain roads.

The walk will lead towards a small community on top of the hills. There are options to stay overnight at the few guesthouses sitting by the cliffs. The handful of locals that maintain its operations also prepare delicious sabzi and aloo tikki. Do make a visit to Tungnath, the highest Shiva temple in the world. At night, you can participate in the prayers that happen at this holy space.

In the morning, make sure to climb the last leg of the Chandrashila Peak. Spend half an hour before sunrise to hike this summit, and position yourself somewhere for the sunrise. We were mesmerized by our surrounding-especially when the sun reflected its orangish-red rays off of the snow peaked mountains.

34. Diving with Thresher sharks in the Philippines

Linn Haglund | Brainy Backpackers

The Thresher sharks are not only unique with their long, beautiful tail, they are also hard to spot. In fact, there is only one dive site in the world where you will be sure to see these incredible creatures, and that is Monad Shoal near Malapascua island in the Philippines.

Thresher sharks are nocturnal and hunt on extremely deep waters, up to 500 meters below sea level. However, in the early morning, they swim up to about 30 meters at the sunken island Monad Shoal. They use this as a kind of cleaning station where they let a tiny fish called Cleaning Wrasse to eat up dead skin and bacteria. For this reason, divers can go there to see these gorgeous sharks up close every morning.

It is totally magical to witness these remarkable sharks swim slowly around with their long tails swaying in the water. They seem so serene and I honestly felt a bit like in trance during my dive. The big, round eyes make the shark look cute and curious at once. This is definitely an experience every diver should have in their lifetime.

There are plenty of dive centers at Malapascua, so all you have to do is to choose which one you want to go with and have the time of your life.

Africa Bucket List Adventures

35. Hiking in the Dogon Country in Mali

Wendy Werneth | The Nomadic Vegan

Trekking along either the top or the bottom of the Bandiagara Escarpment through the Dogon Country in Mali is a unique off-the-beaten-track cultural experience, and you’ll also see lots of beautiful scenery along the way. Centuries ago, the Dogon people fled to the Bandiagara Escarpment out of fear that they would be forced to convert to Islam. Even today, they remain quite isolated from other ethnic groups and have managed to keep their ancient religion, language and culture intact.

The Bandiagara Escarpment is a sheer cliff that rises out of nowhere and stretches for about 150 kilometres. All the traditional villages inhabited by the Dogon people run along the escarpment, either at its base or on the top. With my husband and a group of travellers we had met up with, I spent three days walking along the base and visited several villages on the route. It took us three days to cover about 70 kilometres, but you could also spend a week or more if you wanted to hike the entire escarpment.

The main highlights of the trek are the villages’ unique architecture and the scenery, and of course the chance to meet the Dogon themselves. Dogon houses are small, conical dwellings with thatched pyramidal roofs. However, the most impressive buildings are the ones built by the Tellem people, well before the arrival of the Dogon.

Their clay houses and granary towers are so far up the escarpment that they seem completely inaccessible. The Dogon believe that the Tellem knew how to fly, and that’s how they were able to build so high up. Simple accommodation and traditional African food is available in some of the villages, though it’s definitely a good idea to bring some hiking snacks with you.

36. Tanzania Safari Safari Adventure

Jackie Szeto | Life Of Doing

If seeing animals in their natural habitats is your type of adventure, then head to Tanzania to go on a safari. Tanzania offers three major circuits to see wildlife – Northern, Southern, and Western areas. We suggest going on the Northern Circuit due to its popularity and recommend spending a minimum of 3-4 days. The route includes Lake Manyara, Serengeti National Park, Ngorongoro Conservation Area, and/or Tarangire National Park.

During your safari, you’ll ride in a Jeep Land Cruiser with an open rooftop and your driver (who also acts as your guide) will drive you around the areas. Look for the Big 5 animals – lions, African buffaloes, elephants, leopards, and rhinoceroses (although may be very challenging to find). Otherwise, you’ll see lots of beautiful wildlife from cheetahs, jaguars, zebras, impalas, giraffes, hippopotamus, warthogs, ostriches, birds, and much more.

While a safari is very safe, expect to see the unexpected during your trip. During our time in Serengeti, we saw thousands of wildebeests and zebras along their Great Migration trail. It was incredible to see them walking in a line to their next destination. In addition, we saw a pride of lions eating a wildebeest for breakfast. Although gruesome to see the wildebeest’s head dragged around, it was quite the sight to observe the hyenas and jackals strategizing to get scraps while also not getting in the male lion’s path. We also experienced a herd of elephants, including adorable babies, crossing the road of our driving path in Tarangire. Definitely add a safari to your adventure bucket list and visit Tanzania.

37. Climbing Mt. Kilimanjaro in Tanzania

Jess Drier | Unearth the Voyage

Climbing Mt. Kilimanjaro in Tanzania is definitely one of the most exciting adventure bucket list things to do out there. Mt. Kilimanjaro is the highest free-standing mountain in the world and is known as “the roof of Africa” as it is also the tallest mountain in Africa. Climbing Kilimanjaro is an awesome addition to anyone’s bucket list because it is doable by the average person! With a little bit of fitness and a lot of determination- I was able to make it to the top.

If I could make it to the summit, anyone can! Mt. Kilimanjaro is located right outside the Tanzanian town of Moshi. To climb the mountain, you must hire a tour company with a guide as the mountain cannot be climbed without one. The tour company will give you a list of different routes for you to choose from to take up the mountain. They will also completely take care of all of your gear, food, and permits. You can also rent any and all hiking gear/clothing that you would need from local operators in Moshi. I would recommend the only thing you bring from home is well broken-in hiking boots and some base clothing made of wicking material.

I would love to hear about your most memorable adventurous journey or your favourite go-to vacation activities. I have so many destinations on my worldwide travel adventure bucket list and am always on the lookout for new getaway adventures and adventure expeditions.

PIN! ADVENTURE BUCKET LIST TRAVEL EXPERIENCES

Ultimate Adventure Travel Bucket List Travel: Best Experiences & Must See Destinations Around the World. Hike to the Top of a Glacier in Iceland. Hot Air Balloon Ride in Arizona. Swim with the Sharks in the Bahamas. Try Surfing in Costa Rica. Visit the Swimming Pigs of Exuma

Ultimate Adventure Travel Bucket List Travel: Best Experiences & Must See Destinations Around the World. Hike to the Top of a Glacier in Iceland. Hot Air Balloon Ride in Arizona. Swim with the Sharks in the Bahamas. Try Surfing in Costa Rica. Visit the Swimming Pigs of Exuma

Disclosure: This post contains affiliate links. If you click one of them, we may receive a small commission (for which we are very grateful for) at no extra cost to you

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *